maio 24, 2013

QUARTETO LINHA: UM PASSE DE SAMBA

 
QUARTETO LINHA
Ayrton Neto, Alex Amorim, João Henrique e Stênio Medeiros
Considerado a grande sensação do samba natalense,
o grupo reúne simplicidade e personalidade no perfil.
Exposamba e Som Brasil na agenda 2013
Fotografia:Rayane Azevedo

QUARTETO LINHA

SAMBISTAS POTIGUARES CLASSIFICADOS EM CONCURSO NACIONAL
O SAMBA DE ONTEM E DE HOJE, COM UM SOTAQUE PESSOAL

 Por
Assessoria Comunicação

O mês de maio passou a ser um diferencial na agenda do Quarteto Linha. Os potiguares foram selecionados para participar da Mostra São Paulo Exposamba 2013 e adicionaram um resultado super positivo na bagagem. O grupo defendeu a música “Eu Tô Naquela” de autoria de João Henrique (cavaquinho do quarteto) e - entre os 1.200 selecionados - foram classificados para a próxima etapa que será no Sesc Pompeia/SP, entre os dias 28 de maio e 1º de junho. A data exata ainda não foi divulgada pela organização do evento. 

O Exposamba. maior concurso de samba do país, irá distribuir R$ 225 mil em prêmios. No total, 1.200 sambistas concorrem em quatro categorias: melhor música pela escolha do júri técnico, melhor música pela escolha do júri popular, compositor revelação e melhor intérprete. O primeiro colocado das duas primeiras categorias leva R$ 35 mil e o primeiro lugar das duas outras, R$ 7,5 mil. 
   
 SOM BRASIL & QUARTETO LINHA
A atriz Patrícia Pillar reassume o posto que ocupou em 2007,
quando foi a primeira mulher a apresentar a atração.
Quarteto se apresentou ao lado de Leci Brandão
Fotografia: Divulgação

A São Paulo Exposamba se tornou um marco para novos compositores do gênero. O sucesso de 2012 será repetido neste ano, mas agora em maior escala, pois o evento deixou de acontecer apenas na capital paulista para ganhar todo o Estado.  Um super festival anual que reúne compositores consagrados à nova geração. o que há de melhor no samba do Brasil inteiro.

E, no último dia 22/05, o grupo gravou para o Som Brasil/Rede Globo. A atração apresentada por Patrícia Pillar, que reassume o posto que ocupou em 2007, rende homenagem ao movimento do samba e pagode do Fundo de Quintal. O Quarteto Linha executou três sambas: "Sonho Meu", "Deixa a Vida me Levar" e "Isso é Fundo de Quintal" (com participação de Leci Brandão). O programa  deve ir ao ar em setembro ou outubro. É só aguardar e conferir.

QUARTETO LINHA
Fotografia: Divulgação

TRADUÇÃO BOÊMIA E POÉTICA DO SAMBA

“O samba é alegria, amor e poesia que embala o povo a sonhar...” (Vander Carvalho/Luiz Carlos/Ronaldinho). Eis a inspiração e a meta do Quarteto Linha. Cantar o samba de ontem e de hoje, revisitar os clássicos do gênero e apresentar as mais belas composições atuais, passeando pelas obras de Nelson Cavaquinho, Cartola, Paulinho da Viola, Chico Buarque de Holanda, Dona Ivone Lara, Arlindo Cruz, dentre outros.

O grupo nasceu em Natal, Rio Grande do Norte, fruto da união e de um sonho comum de quatro amigos: trazer para a capital potiguar o movimento musical de redescoberta do samba que se vê hoje no bairro carioca da Lapa. Em curto espaço de tempo, o projeto “Quarteto Linha de Passe” saiu do papel para os ensaios, e, dos ensaios, para a noite natalense.

A turma já abriu shows de nomes como Diogo Nogueira, o Grupo Demônios da Garoa,  Grupo de samba Casuarina, que faz bem o estilo deles e serviu de inspiração para a criação do quarteto, e outros. No currículo, apresentações no Projeto Boca da Noite, Projeto Cultural do Praia Shopping, Teatro de Cultura Popular, Festival Gastronômico de Pipa, Teatro Alberto Maranhão, Teatro Riachuelo e Ribeira das Artes. O repertório mistura os clássicos do gênero e as mais belas composições atuais. Assim, o Quarteto Linha passeia com naturalidade pelas obras de Nelson Cavaquinho, Cartola, Paulinho da Viola, Chico Buarque de Holanda, Dona Ivone Lara, Noel Rosa, e outras referências do samba brasileiro.

As apresentações do Quarteto Linha - assistidas também em algumas festas fechadas - procuram mostrar algo a mais que a simples execução de um repertório refinado de sambas. Aliando simplicidade e personalidade nos arranjos musicais, o grupo procura também reproduzir no palco a áurea boêmia e poética que envolve a história desse importante gênero da música popular brasileira.
  
 
 QUARTETO LINHA
 Fotografia: Divulgação

 "O MEU SAMBA É ASSIM"

Com dois Cds com regravações de clássicos do samba e encaminhando-se para o sétimo ano de existência, o Quarteto Linha pretende comemorar a data com o lançamento de seu primeiro CD autoral intitulado "O Meu Samba é Assim". O álbum contará com onze faixas inéditas, perfilando composições  de alguns integrantes do grupo e convidados, entre eles, Stênio Medeiros, além de Vinícius Lins (ex-integrante e precursor do projeto Linha de Passe) e Isaías Silvério, arquiteto e letrista.

O trabalho autoral leva a assinatura de Diogo Guanabara na produção musical, e Eduardo Pinheiro - produção técnica. Contando ainda com a participação de músicos locais, como Erick Von Sosten, Fernando Botelho, Rogério Pitomba, Henrique Pacheco, Kleber Moreira, além do flautista japonês Kyota Nakagawa.

A expectativa é de que o trabalho solidifique não só a trajetória do Quarteto Linha, mas o cenário do samba natalense como um todo.
"O fato de se apresentar ao público sambas inéditos, além de elevar a auto-estima do artista natalense, fortalece o movimento do samba local. Um típico exemplo dos que assim se aventuraram: Arquivo Vivo e Camila Masiso, entre outros", explicou João Henrique. A sonoridade promete agradar a todos.

O quarteto é composto por Ayrton Neto (voz e percussão), Alex Amorim (voz e percussão), João Henrique Koerig (voz e cavaquinho) e Stênio Medeiros (voz e violão). Um analista de sistemas, um técnico de laboratório, um advogado e um fisioterapeuta, respectivamente. Amigos e profissionais que fazem do samba o ponto de encontro da alegria, da amizade, do entrosamento e da celebração à boa música.


...contato... 
QUARTETO LINHA
 (quarteto_linha@hotmail.com)
(84) 8875.0853

 Se copiar textos e ou fotografias, atribua os créditos!     
Os direitos autorais são protegidos pela Lei n° 9.610/98, violá-los é crime!

3 comentários:

  1. Voces são a espressão da musicalidade, numa mistura de harmonia, suavidade e criatividade. Cativa o público pelo excelente repertório apresentado. Mantenham-se humildes e criteriosos que voces vão alcançar um lugar de destaque no cenário musical nacional muito em breve. Aguardem as surpresas.
    (Artur)

    ResponderExcluir
  2. O samba feito em Natal está de parabéns. Temos acompanhado o surgimento de vários grupos que não deixam nada a desejar, quando comparados aos similares do centro sul do País. Em especial o Quarteto Linha que, com sua excelente música, nos livra um pouco da mediocridade musical em que vivemos. Faz-nos reviver todo o romantismo, a poesia e a malícia agradável que sempre marcaram a música genuinamente brasileira. Seu primeiro CD autoral, o qual já tive o prazer de ouvir, é uma obra prima. Recomendo a todos os apreciadores de um bom samba. O talento da rapaziada já estava explícito nos dois primeiros CD's com arranjos em interpretações beirando a perfeição. Mas neste último trabalho esbanjaram categoria. Atrevo-me a agradecer em nome de toda a população natalense e a dizer que estamos, orgulhosamente, diante de verdadeiros craques do samba.

    ResponderExcluir
  3. vladimir albuquerque28 de setembro de 2013 03:19

    Acordei na madrugada sem sono, liguei a tv e tive uma grata surpresa!! Que som legal, q versatilidade desse Quarteto!! Show de bola. Quero comprar os Cd's de vocês. Sou de Recife e atualmente moro no Rio.

    ResponderExcluir

Fiz uma visita e gostei!! Passa lá você também!!!